terça-feira, 2 de julho de 2013

#AC - ANA CAROLINA


Com refinamento musical, uma sonoridade moderna e a ousadia de se permitir experimentações, Ana Carolina consegue a proeza de fazer muito sucesso, estar na chamada "mídia" e, ao mesmo tempo, fazer parte da elite da MPB.  Num tempo em que, de regra, grandes sucessos possuem qualidade duvidosa e música de qualidade costuma não fazer sucesso, Ana Carolina é uma das raras exceções, capaz de alimentar a esperança de que nem tudo está perdido no cenário musical brasileiro.

Após 4 anos do lançamento de seu último disco de estúdio, ("N9ve", um disco basicamente introspectivo), Ana Carolina está lançando "#AC", novo álbum de inéditas, no qual transita por uma multiplicidade de conceitos e consegue aliar o contemporâneo ao tradicional, o impacto à sutiliza e o eletrônico ao orgânico.  Concilia scratches do Dj CIA com loops eletrônicos e ritmos como samba e tango. Não tem bateria acústica em nenhuma das faixas, substituída por programação eletrônica.

Logo de início, "#AC" abre com um pequeno interlúdio em que cita instrumentalmente "O Voo do Besouro", da ópera "O Tzar Saltan" do compositor russo Korsakov. Daí parte pra esfuziante "POLE DANCE", música em que traça um perfil da garota de programa de "night clubes", com arranjo de metais em brasa, do "Mago do Pop" Lincoln Olivetti.

A segunda faixa, "ESPERTA", segue a mesma linha musical, com arranjos, letras e back-vocais quentes.  Também na mesma linha abrasada, "BANG BANG 2" é mais impactante ainda. Promove um verdadeiro "tiroteio" entre elementos como guitarras, orquestra de cordas, loops eletrônicos e percussão. Traz também um refrão marcante, daqueles capazes de grudar na mente das pessoas.  

Fazendo alusão no título à "Pelo Telefone", de Donga, (1917 - primeiro samba gravado no Brasil), Ana Carolina apresenta "PELO iPHONE", misturando samba com choro e música eletrônica, numa letra que trata com humor das vantagens e dos problemas da nova tecnologia dos smartphones. 

"MAIS FORTE", apesar de toda a roupagem eletrônica, traz a atmosfera, a sonoridade e muitos elementos rítmicos do tango. "CANÇÃO PRA TI" destaca-se pela letra grande e criativa, em que o interlocutor busca inspiração em diversos nomes e suas obras relevantes, para fazer uma canção à altura de seu sentimento ("Que tenha algo em excesso ou algo excelso/ Como uma peça, um ato de Zé Celso/ Como um poema de Augusto de Campos/ Ou como um rock de Arnaldo Antunes/ Que toque nos iPods e no iTunes").

Vale lembrar que o símbolo que faz parte do nome do disco, "#", (lê-se hashtag) é usado na internet para apontar palavras-chave, proporcionando conexões entre links, comentários ou fotos na rede.  E é justamente esse o "espírito" desse disco: O de conexões.  Conectando o passado ao presente e misturando a sonoridade tradicional do samba de botequim com a intervenção eletrônica, uma das melhores faixas do disco é "RESPOSTA DA RITA", musica em que Ana Carolina encarna a personagem de "A RITA", de Chico Buarque, dando a ele a resposta às suas reclamações cantadas na letra original da década de 60.  Na música nova, Ana Carolina canta: "Não levei o seu sorriso / Porque sempre tive o meu / Se você não tem assunto / A culpada não sou eu”, em resposta aos versos “A Rita levou meu sorriso / No sorriso dela, meu assunto”.  O mais interessante é que a nova música foi toda construída sobre a mesma harmonia musical de "A Rita", gravada pelo Chico, o que possibilitou a fusão da música nova com a original, com a participação do próprio Chico Buarque, sobrepondo sua música à resposta de Ana Carolina.

"LEVEZA DE VALSA", com a participação do violonista Guinga, e "LUZ ACESA" são duas músicas sensíveis com belas melodias e letras inspiradas.  "UN SUEÑO BAJO EL AGUA", com a participação de Chiara Civello, é uma música experimental, com conceito de sonoridade bem fora do comum. Isso, no entanto, não foi empecilho para que o vídeo dessa música obtivesse grande êxito no YouTube!!  A capa do disco é, visivelmente, inspirada nessa música.

Um excelente disco. Nas lojas a partir desse mês de Julho. Um verdadeiro antídoto para a onda de músicas ruins que atacam nossos ouvidos!! Viva a qualidade musical que ainda insiste em sobreviver!

Nenhum comentário: